Relatório Técnico

A Associação Brasileira de Química promove a cada ano uma série de eventos que tem como objetivo desde a difusão de trabalhos de pesquisas nas diversas áreas da química, até a capacitação de profissionais por meio de cursos. Além disso, os eventos promovem a troca de conhecimento por meio de palestras, mesas-redondas, painéis, workshops, proporcionando o intercâmbio entre profissionais do exterior e de vários estados brasileiros.

De 12 a 14 de julho de 2017, no Centro de Extensão da Universidade Federal de Campina Grande, na Paraíba, ocorreu o 3º Simpósio Nordestino de Química – SINEQUI que teve como tema “A química e o meio ambiente: Desafios para região Nordeste”.

O Simpósio reuniu 96 participantes. Recebeu 87 trabalhos, 75 dos quais aprovados. As áreas temáticas foram: Química Analítica e Físico-química (I), Química Inorgânica (II), Ensino de Química (III) e Química Orgânica (IV).

Dos trabalhos aceitos, 19 foram convidados a fazer Comunicações Orais e 16 o fizeram. Dos 56 trabalhos a serem apresentados em pôsteres, 43 estiveram presentes.

A solenidade de abertura contou com a presença na mesa diretora do Presidente da Associação Brasileira de Química, Robério Fernandes Alves de Oliveira; da Presidente do evento, Maria de Fátima Vitória de Moura; do Presidente da Comissão Científica do evento, Marciano Henrique de Lucena Neto; do Vice-Reitor da UFCG, Camilo Allyson Simões de Farias; e do palestrante da noite, Helder Eterno da Silveira que apresentou o tema O ensino de química e suas perspectivas no Brasil.

Nos dois dias seguintes, a programação cientifica contou com as palestras Biomassa: Potencial sustentável na produção de biocombustíveis, ministrada por Marta Célia Dantas Silva da UFPB; Segurança química em laboratório, ministrada por Roberio Fernandes Alves de Oliveira da ABQ; Química dos materiais, ministrada por Rodrigo José de Oliveira da UEPB; Materiais compósitos poliméricos com reforço de fibra de vidro para dutos de aço, ministrada Francisco Kegenaldo Alves de Sousa da UFCG; Desenvolvimento de materiais nanométricos 2D, ministrada por Lucianna da Gama Fernandes Vieira da UFCG.

Ocorreram ainda as mesas redondas A importância de programas institucionais na formação profissional, com a participação de Marciano Henrique de Lucena Neto e Luciano Barosi de Lemos, ambos da UFCG; A química e o meio ambiente: Desafios para região Nordeste, com a participação de José Carlos de Oliveira Santos da UFCG, Nildo da Silva Dias da UFERSA e Romulo da Silveira Paz da SBM. Em ambas as mesas atuou como moderadora Maria de Fátima Vitória de Moura da UFRN.

Foram realizados dois mini-cursos: Propriedades eletromagnéticas de cerâmicas avançadas com João Bosco Lucena de Oliveira da UFRN e Química dos produtos fitoterápicos com Francinalva Dantas de Medeiros da UFCG.

Também ocorreu a 3a Jornada de Iniciação Cientifica, sendo apresentados sete trabalhos. Os classificados nos três primeiros lugares foram:

1º) Quantificação de antocianina presente na casca da jabuticaba coletada no brejo paraibano - Gabryella Freire Monteiro da UECE.
2º) Aplicação do modelo RM1 com orbitais para a predição da configuração estrutural de complexos ternários de Térbio(III) de ligantes não-iônicos mistos - Alexandre Emmanuel dos Santos do IFPE.
3º) Preparação de amostras de farinha de insetos empregada na alimentação humana para a produção de material de referência - Evely Elen de Sousa da UFPE.

Para a realização do 3º SINEQUI a ABQ contou com a parceria da Universidade Federal de Campina Grande.

A Coordenação do evento por meio da Professora Maria de Fátima Vitória de Moura confirmou a tendência de que os próximos SINEQUI’s deverão permanecer em cidades do interior nordestino como forma de dar espaço a que a produção das pesquisas ali realizadas tenha espaço e facilidade maior de se tornar conhecida. Esse parece ser o caminho natural do SINEQUI. Cidades como Garanhuns em Pernambuco, Mossoró no Rio Grande do Norte, Sobral no Ceará, Imperatriz no Maranhão, Feira de Santana na Bahia, aparecem como espaços valorosos as próximas versões.