Feproquim

XXI FEPROQUIM - Feira de Projetos de Química.

Havendo dúvidas queira entrar em contato com o Coordenador da XXI FEPROQUIM


Regulamento da Feira de Projetos de Química


  1. DOS OBJETIVOS

    1. Incentivar o jovem estudante do nível médio e/ou técnico a desenvolver projetos de pesquisa experimentais, na área de Química, que contribuam para a compreensão dos fenômenos que envolvem conhecimentos científicos e que estão presentes em diversos âmbitos da sociedade e do meio ambiente;

    2. Incentivar o jovem estudante do nível médio e/ou técnico a desenvolver projetos de atividades didático-pedagógicas para o ensino de Química, que possibilitem a melhor compreensão dos conteúdos das Ciências Naturais e suas relações com a sociedade ampliando as linguagens e as comunicações em sala de aula;

    3. Possibilitar ao jovem estudante do nível médio e/ou técnico a integração com colegas de outras regiões, de outras instituições de ensino e ainda com estudantes e profissionais, no intuito de promover seu aprimoramento como pessoa humana e como futuro profissional.

  1. DA MODALIDADE

    1. Os projetos da FEPROQUIM são trabalhos de pesquisa motivados por razões de cunho técnico, científico, social e/ou didático-pedagógico com indicação dos métodos usados e dos resultados alcançados.

  2. DA INSCRIÇÃO DOS PROJETOS

    1. Cada projeto deve ter no máximo 3 (três) estudantes;

    2. Podem enviar projetos para a FEPROQUIM estudantes matriculados no Ensino Médio e/ou no Ensino Técnico, de escolas públicas e particulares de todo o território nacional durante o ano de desenvolvimento e submissão do projeto. Todos os estudantes participantes devem ter até 20 anos na data limite de apresentação do seu projeto no CBQ;

    3. Será necessário preencher a Ficha de Inscrição no CBQ, por participante, anexando declaração da escola que o (s) estudante (s) está (ão) regularmente matriculado (s).

    4. A inscrição na FEPROQUIM dará direito à participação em palestras, mesas redondas e recebimento de pasta com material do CBQ. Para participação em cursos ou outras atividades que requeiram pagamentos específicos, o participante deverá fazer o respectivo pagamento do valor estabelecido na taxa correspondente.

    5. Cada estudante pode inscrever apenas 01 (um) projeto, que pode representar até no máximo 12 meses de desenvolvimento. Os projetos desenvolvidos com duração maior do que 12 meses, devem ser fragmentados em fases de no máximo 12 meses, sendo que a fase mais recente pode ser submetida à FEPROQUIM, e o projeto deve ser apresentado como uma “Continuação de Projeto Anterior”.

    6. Pode ser considerado como Continuação de Projeto Anterior, todo projeto realizado a partir de um projeto iniciado pelo estudante previamente na mesma área de pesquisa ou que utilize a mesma fundamentação teórica. Projetos iniciados por outros estudantes, em que já existam resultados e análises anteriores, e continuados por outros estudantes, devem ser considerados “Continuação de Projeto Anterior”, e o delineamento de dados já coletados e novas variáveis estudadas devem ser deixadas bem claras.

    7. Projetos realizados por estudantes a partir de trabalhos de outros pesquisadores não serão considerados “Continuação de Projeto Anterior”, mas o estudante deverá mostrar claramente os elementos do projeto que ele desenvolveu e quais partes do projeto são de autoria de outro pesquisador citando as devidas fontes. Este item independe da participação do estudante em edições anteriores da FEPROQUIM ou em outras mostras científicas.

    8. Todos os projetos devem contar obrigatoriamente com um orientador, podendo ter ainda um coorientador. Orientador e coorientador podem participar de múltiplos projetos e devem ter no mínimo 21 anos durante a orientação do projeto. É recomendável, caso seja viável, o auxílio de pesquisadores de Universidades, Institutos, Empresas, bem como de outros profissionais da área.

    9. Autores de projetos que envolvam pesquisas com participação humana, animais vertebrados, agentes biológicos potencialmente perigosos (com substâncias patogênicas, recombinação de DNA e tecidos humanos ou de animais), substâncias, atividades e equipamentos controlados ou perigosos, ou projetos que sejam continuação de projetos anteriores devem preencher formulários adicionais. A exigência destes formulários visa garantir a segurança do estudante e a condução da pesquisa dentro das normas estabelecidas pela legislação brasileira e internacional.

  1. DA AVALIAÇÃO DOS PROJETOS

    1. Cada Projeto será avaliado por uma Comissão de Avaliação composta por no mínimo 3 (três) membros da comunidade técnico-científica (professores, técnicos, pesquisadores e profissionais da área), indicados pelos membros das Comissões do CBQ e sob a coordenação do responsável pela FEPROQUIM.

    2. A avaliação será realizada através de um vídeo, com duração de 7 a 10 minutos. Todos os membros do grupo devem estar no vídeo. O vídeo será apresentado no dia e horário indicados na programação do CBQ. Após a apresentação do vídeo, a Comissão de Avaliação poderá fazer até 3 perguntas, para obter esclarecimentos/questionamentos.

    3. A gravação e edição do vídeo é de total responsabilidade do grupo. O mesmo deverá ser enviado, por correio eletrônico, a secretaria da ABQ (secretaria@abq.org.br) até no máximo 20 dias antes do início do CBQ. O vídeo será testado e havendo problemas, a secretaria da ABQ fará contato com o grupo, via correio eletrônico, solicitando que seja feita a correção, a tempo do CBQ. O grupo deve levar o vídeo, no dia da apresentação no CBQ, num pen drive, independente de já o termos gravado. Trata-se de uma medida de precaução. A Coordenação da FEPROQUIM disponibilizará o equipamento para transmissão assegurando que todos os trabalhos tenham seus vídeos exibidos, para avaliação pelos membros da Comissão de Avaliação.

    4. A apresentação do projeto deve ser realizada pelos autores (estudantes) e só poderão se manifestar durante a apresentação do trabalho àqueles que tiverem devidamente inscritos no evento.

    5. Fica terminantemente proibida qualquer intervenção oral do professor orientador e/ou coorientador do projeto com os participantes ou com a Comissão de Avaliação durante a exposição oral.

    6. Os trabalhos serão avaliados pontuando valores de grau mínimo 0 (zero) e grau máximo 10 (dez) em cada quesito, considerados os seguintes critérios julgados pela Comissão, durante a avaliação presencial. São eles:

      1. Clareza e domínio dos conteúdos;

      2. Capacidade de síntese;

      3. Aplicação do Método Científico;

      4. Inovação e criatividade;

      5. Relevância social e econômica do projeto;

      6. Postura da equipe/participante;

      7. Organização do vídeo;

      8. Formatação das informações do painel/pôster;

      9. Resumo (conforme publicado no sítio do CBQ);

      10. Diário de bordo;

    1. A nota final corresponderá a média aritmética dos 10 (dez) quesitos avaliados.

  1. DA PREMIAÇÃO DOS PROJETOS

    1. Para a divulgação do resultado final da FEPROQUIM será lavrada uma Ata correspondente com a classificação final que deverá ser assinada pelos membros da Comissão de Avaliação e anunciada na Solenidade de Encerramento do CBQ.

    1. Não há empate de pontos que possibilitem a indicação de mais de um Projeto vencedor da FEPROQUIM. Caso seja necessário, a Coordenação da FEPROQUIM poderá fazer uso de voto de Minerva, para definir o 1º lugar.

    2. Os projetos classificados em 1º, 2º e 3º lugares receberão Certificados de Menção Honrosa por alcançarem as respectivas classificações.

    3. O 1º colocado receberá também um prêmio, a ser determinado pela ABQ, e divulgado antes do evento no próprio sitio do mesmo.

    4. A FEPROQUIM indicará um projeto, independente da classificação geral, que receberá uma Menção Honrosa de destaque didático-pedagógico.

    5. Os participantes dos projetos que tiverem alcançado classificação final em um dos três melhores lugares e/ou recebeu destaque didático-pedagógico, terão seus nomes divulgados no sítio da ABQ e ainda irão compor um banco de dados de projetos da FEPROQUIM.

    6. Todos os representantes de projetos aprovados que comparecerem à FEPROQUIM receberão certificados de Participação.

      VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

      6.1 Os casos omissos deste regulamento serão decididos por um colegiado constituído pela Comissão Organizadora do CBQ e pela Comissão de Avaliação da FEPROQUIM.

      6.2 Este regulamento foi aprovado de acordo com as normas e o Estatuto da Associação Brasileira de Química.

Patrocinador Ouro

Conselho Federal de Química

Apoio

Federación Latinoamericana de Asociaciones Químicas Conselho Regional de Química 3ª Região (RJ) Instituto Federal Rio de Janeiro Colégio Pedro II Sociedade Brasileira de Química Olimpíada Nacional de Ciências Olimpíada Brasileira de Química Rio Convention & Visitors Bureau