Convidados

AIRTON MARQUES DA SILVA

AIRTON MARQUES DA SILVA

Doutor em Química Inorgânica pela USP (1978), Especialista em Métodos e Técnicas de Ensino pela UFC (1974), Especialista em Química dos Elementos Menos Comuns pela UFC (1974), Engenheiro Químico pela UFC (1970) e Químico Industrial pela UFC (1969). 
Exerceu o Magistério na Universidade Federal do Ceará - UFC (1972 a 1997), aposentando-se como Professor Adjunto IV. Lá desenvolveu pesquisa nas áreas de Química dos Compostos de Coordenação e de Educação em Química, foi Chefe do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica e Coordenações de Cursos de Pós-Graduação e Projetos de Pesquisa.
Na Universidade de Fortaleza – UNIFOR, exerceu o Magistério de 1973 a 1974. 
Atualmente é Professor Adjunto 12 da Universidade Estadual do Ceará – UECE, desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão desde 1986, e exercendo no período de 1992 a 2000 o cargo de Diretor do Departamento de Ensino da Pós-Graduação da UECE.
Atua nas seguintes instituições: CRQ-X: Diretor Secretário (1983/1995) e Conselheiro (1983/presnte); ABQ: Diretor de Intercâmbio Nacional (1995/1997), Vice-Presidente (1997/1999), Presidente (1999/2001 e 2001/2003), Diretor de Eventos (2003/presente); ABQ-CE: Presidente (1987/1991, 1993/1995 e 1997/1999), Diretor-Secretário (1983/1987), Diretor de Intercâmbio Científico (1991/1993), Diretor Tesoureiro (1995/1997).

ALDRE JORGE MORAIS BARROS

ALDRE JORGE MORAIS BARROS

Possui graduação em Química Industrial pelo Departamento de Química do CCT/UEPB (1994), Mestrado em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade Federal da Paraíba (1997), Doutorado em Química Inorgânica pela Universidade Federal da Paraíba (2006) e Pós-Doutorado na área Química Analítica pela Universidade Federal de Pernambuco (2007).
Atualmente é Professor Associado do Unidade Acadêmica de Engenharia de Biotecnologia e Bioprocessos do Centro Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da Universidade Federal da Campina Grande, Campus VII.
Tem experiência na área de Química, com ênfase em trabalhos de pesquisa, atuando nos seguintes temas: química ambiental, química inorgânica, química de biomassa e biocombustíveis,atua também na assessoria de pesquisa do CDSA/UFCG Campus Sumé.

ANA MARIA COELHO FERREIRA DE OLIVEIRA BRETT

ANA MARIA COELHO FERREIRA DE OLIVEIRA BRETT

Licenciatura em Quimica pela Universidade de Coimbra em 1973, Doutoramento (PhD, DIC) em Electroquímica pela Universidade de Londres (Imperial College) em 1980, Agregação (DSc) em Química pela Universidade de Coimbra em 2002.
Os projectos de investigação são no domínio da bioelectroquímica: estudo de reacções de transferência de electrão de péptidos, proteínas e compostos de interesse biológico e desenvolvimento de eléctrodos modificados com DNA para detecção de danos causados ao DNA. A actividade científica é documentada por mais de 250 artigos, co-autora de 2 livros de texto de Electroquímica, e 20 capítulos em livros.
É membro de Sociedades Científicas Internacionais, Fellow of the Royal Society of Chemistry (FRSC, UK) e IUPAC Fellow.
Desde 1994 é membro do “Council of the International Bioelectrochemical Society (BES)” e foi Presidente da International Bioelectrochemical Society (BES) no período 2007-2015.

ANDRE GALEMBECK

ANDRE GALEMBECK

Professor Titular do Departamento de Química Fundamental da UFPE, onde atua desde 1999 no ensino de graduação, pós-graduação e realiza atividades de pesquisa. É orientador credenciado nos Programas de Pós-Graduação em Química (nível 6 CAPES) e Ciência de Materiais (nível 5 CAPES, Coordenador, 2003-2006).
Graduado em Química pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, 1990), com mestrado (1993) e doutorado (1998) pela mesma Universidade.
Foi Diretor do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Instituto vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) entre 2011 e 2018. Coordenou 15 Projetos de Pesquisa (7 em andamento) e 2 Projetos de Desenvolvimento Tecnológico, financiados por empresas.
Participou do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Fotônica (CNPq) e foi membro do Comitê Consultivo de Nanotecnologia do MCTIC, entre 2013 e 2017.
Tem mais de 60 artigos publicados em periódicos internacionais indexados, 6 patentes depositadas (1 PCT, internacional), participou da orientação de 11 teses de doutorado (5 co-orientações) e 16 dissertações de mestrado (8 co-orientações) e supervisiona 3 bolsistas em nível de pós-doutoramento. 

ANDRÉ LUIZ MENEZES DE OLIVEIRA

ANDRÉ LUIZ MENEZES DE OLIVEIRA

Bacharel em Química Industrial (2007) e em Farmácia (2009) e Mestre em Química Inorgânica (2009) pela Universidade Federal da Paraíba. Doutor em Química por convenção de cotutela entre a Universidade Federal da Paraíba e a Université de Rennes 1 na França (2013).
Tem experiência em síntese de óxidos e oxinitretos inorgânicos na forma de partículas policristalinas e de filmes finos nanométricos. Possui experiência em Análise Térmica (TG/DTA), Espectroscopias de Infravermelho, Raman, UV-vis, além de Difração de raios-X de 2 e de 4 círculos e Microscopia de Força Atômica (AFM).
Foi pesquisador de Pós-Doutorado na School of Chemistry da University of Sydney (Austrália) Tem adquirido experiência na técnica de difração de nêutrons (NPD) no Bragg Institute da Australian Nuclear Science and Technology Organisation (ANSTO) e em espectroscopia de ressonância paramagnética (EPR).
Atualmente é Pesquisador em Físico-Química na Universidade Federal da Paraíba atuando no desenvolvimento de catalisadores heteroestruturados e avaliação dos efeitos de interface nas propriedades destes materiais.

ANTONIO CARLOS DUARTE COELHO

ANTONIO CARLOS DUARTE COELHO

Graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco -UFPE- (1977), na qual desde 1990 é Professor e Pesquisador do Departamento de Engenharia Química (Doutor-Engenheiro pela ECOLE NATIONALE DES INDUSTRIES AGRICOLES ET ALIMENTAIRES- ENSIA e Pós- Doutor pela ECOLE CENTRALE PARIS- ECP. Ex-Bolsista da ( JAPANESE INTERNATIONAL COOPERATION AGENCE- JICA( 1999), Ex-Delegado do INPI-PE e ex-Gerente de Negócios da DINE-UFPE.
Trabalhou na Usina Central Barreiros (1977-1979), na Bacardi (1979-1980) e na Rhône-Poulenc ( 1985-1986).
Foi Diretor da Biotec -Biotecnologia Industrial Ltda ( 1987-1990).
É Coordenador dos Grupos de Pesquisa de Processos Químicos e Tecnologias limpas, ambos registrados na CAPES. Avaliador do MEC para os cursos de Engenharia Química e para os cursos de Química.
Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Processos Orgânicos, atuando principalmente nos seguintes temas: balanço de massa e de energia, energia renovável, biomassa, biocombustíveis, revalorização de resíduos, efluente e emissões, produção mais limpa e pegadas de CO2. Realiza pesquisa na área de biocombustíveis, Química verde e Tecnologias Limpas e Análise do Ciclo de Vida.

CHRISTOPHER M.A. BRETT

CHRISTOPHER M.A. BRETT

Professor de química na Universidade de Coimbra, Portugal.
Concluiu o doutoramento em eletroquímica na Universidade de Oxford em 1981 e agregação em química pela Universidade de Coimbra em 2002.
Os seus interesses na investigação incluem novos materiais de elétrodo nanoestruturados, aspetos eletroquímicos da química verde, polímeros eletroativos e redox, sensores e biossensores eletroquímicos, corrosão e a sua inibição, com aplicação nas áreas do ambiente, alimentos e farmacêuticos em mais de 290 publicações.
É co-autor de 2 livros de texto de Eletroquímica, e de 22 capítulos em livros.
É Vice Presidente (Presidente Eleito) da IUPAC 2018-19, tendo ocupado vários cargos na IUPAC incluindo Presidente da Divisão de Química Física e Biofísica, sendo atualmente membro titular da nova Comissão Interdivisional de Química Verde para o Desenvolvimento Sustentável.
É Vice-Presidente da Sociedade Iberoamericana de Eletroquímica (SIBAE) 2018-20 e foi Presidente da Sociedade Internacional de Eletroquímica (ISE) de 2007-8.

CLAUDIO LUIS MULLER

CLAUDIO LUIS MULLER

Engenheiro químico e mestre em processo petroquímicos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Atua na área de gerenciamento de dados em processo petroquímicos há mais de 15 anos.
Também mestre em economia pelo Insper de São Paulo, atuou durante sua carreira em mais de 50 projetos nas áreas petroquímicas, química e mineração sempre voltada à otimização e eficiência operacional baseada na melhor gestão de dados de processo.
Atualmente trabalha na Osisoft, empresa líder de sistemas de gestão de dados em tempo real e atua como consultor independente para reformulação da área de vendas de startups de tecnologia.

DAYSE DAS NEVES MOREIRA

DAYSE DAS NEVES MOREIRA

Possui Bacharelado e Licenciatura em Química pela Universidade Federal de Pelotas (2006), Mestrado em Química Orgânica pela Universidade Federal de Santa Maria (2008), na área de Química de Heterociclos e doutorado e pós-doutarado na mesma área pela Universidade Federal de Santa Maria.
Atualmente, é professora Adjunta da Universidade Federal da Paraíba, no Campus de Areia.
Suas áreas de interesse (ensino e pesquisa) são Química Orgânica, Síntese Orgânica, Química Verde, Líquidos Iônicos.

EDMUNDO BARBOSA

EDMUNDO BARBOSA

Graduado em engenharia, possui especialização em gestão de marketing pela ESALQ-USP e MBA em agronegócios pela Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz.
Empresário e Diretor Presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba.
Participa do Fórum Nacional Sucroenergético, é membro da Rede Nordeste de Biotecnologia e da Rede de Inovação e Prospecção Tecnológica para o Agronegócio.

EDUARDO FALABELLA SOUSA-AGUIAR

EDUARDO  FALABELLA  SOUSA-AGUIAR

Engenheiro Químico, MSc, DSc, tem 35 anos de experiência no campo da Catálise e dos Processos Catalíticos. É docente da Escola de Química da UFRJ e Consultor Sênior do CENPES/Petrobras onde coordena projetos de pesquisa em BTL/GTL/CTL . Foi membro da equipe que transferiu a tecnologia de catalisadores de craqueamento da AKZO Nobel para a FCCSA, tendo trabalhado por certo período como pesquisador no Centro de Pesquisas da AKZO Nobel, em Amsterdã, na Universidade de Brunel, Reino Unido, na Universidade Técnica de Viena e na planta da Texas Ketjen, em Houston, EUA.É autor de mais de 300 trabalhos científicos, tendo orientado mais de trinta teses de mestrado e doutorado. Foi ponto focal no Brasil do programa internacional CYTED e atua como consultor do ICS-UNIDO no campo de tecnologias limpas.
Recebeu diversos prêmios, destacando-se o Plínio Cantanhede, em 1994, o Governador Estado de São Paulo, em 1998, e a Retorta de Ouro, em 2000. Em 2005, foi agraciado com o prêmio “Catálise e Sociedade”, pela criação da Rede Nacional de Transformação Química de Gás Natural. Recebeu, em 2008, o Prêmio Nacional de Tecnologia da ABIQUIM por seus trabalhos em dimetiléter. É freqüentemente convidado como conferencista em muitos congressos e seminários, tendo sido conferencista plenário em Congressos Internacionais em 21 países.

FÁBIO DE MELO RESENDE

FÁBIO DE MELO RESENDE

Graduado em Química Industrial pela Universidade Federal de Sergipe. Doutor em Biotecnologia Industrial pela Universidade Estadual do Ceará/UECE/RENORBIO. Comenfâse no desenvolvimento de bioprocessos para produção de biocombustíveis de 2a geração (BIOGÁS) a partir do bagaço de cana. Possui MBA Executivo em Gestão de Projetos. Pós-doutor em biocombustíveis pelo Programa de Pós-doutorado Empresarial PDI/CNPq desde 2011.
Na linha de pesquisa que envolveu o desenvolvimento do projeto de uma Planta industrial de Biodiesel com enfâse em biocatalisadores imoblizados em silica macroporosa.
Atualmente está lotado na Universidade Federal de Sergipe no Centro de Ciências Agrárias do Sertão. Departamento de Bacharel em Agroindústria. Cargo de Professor Adjunto Nível III.
Apresenta experiência em indústrias no segmento nas áreas de biocombustíveis de 1a, 2ª e 3a gerações. Bioenergia e biomassa e Indústrias do segmento alimentícios. Ocupou o cargo de Diretor- Presidente do Instituto de Tecnologia Pesquisas e Negócios - IPTN onde administrou uma carteira de projetos de pesquisas.
Atualmente é Gestor-Líder do Grupo de Pesquisa em Gestão, Biomassa e Sustentabilidade e atua como colaborador no Núcleo de Petróleo Gás e Biocombustíveis da Universidade Federal de Sergipe.

FLÁVIO LUIZ HONORATO DA SILVA

FLÁVIO LUIZ HONORATO DA SILVA

Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal da Paraíba (1984), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal da Paraíba (1993) e doutorado em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (1998).
Professor e pesquisador, de 2000-2013, no CURSO DE ENGENHARIA DE PROCESSOS (nível de Doutorado) (CCT/UFCG). Coordenador do Curso de Graduação de Engenharia Química/CCT/UFCG (período: 2001-2004). Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos/CCT/UFCG (biênio 2008-2010).
Participa como docente permanente do Curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA (níveis de Mestrado e Doutorado) (CTRN/UFCG) e como colaborador do Engenharia de Processos (CCT/UFCG).
Foi coordenador da proposta de APCN do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química (nível mestrado)/CT/UFPB e coordenou o Programa até março de 2015. Foi vice-chefe do Departamento de Engenharia Química (DEQ)/CT/UFPB (2013-março 2015).
Atualmente professor Titular da Universidade Federal da Paraíba. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos/CT/UFPB (período abril 2015-2017 e reconduzido para o período de maio de 2017 a 2019). 

GILZA MARIA PIEDADE PRAZERES

GILZA MARIA PIEDADE PRAZERES

Graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Maranhão (1987),
mestrado em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro
(1977) e doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de
Janeiro (2003).
Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Maranhão, atuando principalmente nos seguintes temas: espectroscopia de força, afm, force spectroscopy, cell-protein interaction e interação células-proteínas.

HAROLD DUBAN ARDILA BARRANTES

HAROLD DUBAN ARDILA BARRANTES

Químico, Magister en Ciencias-Bioquímica y Doctor en Ciencias-Química de la Universidad Nacional de Colombia. 
Es profesor Asociado-Dedicación exclusiva del departamento de Química en la Universidad Nacional de Colombia, sede Bogotá.
Actualmente es el director del área curricular de Química y hace parte del grupo de investigación Estudio de Actividades Metabólicas Vegetales.  Su investigación se enfoca principalmente en conocimiento de los mecanismos bioquímicos y moleculares relacionados con procesos de defensa o procesos de colonización, en interacciones planta-patógeno, siendo el modelo Clavel-Fusarium oxysporum f. sp. dianthi, el más estudiado dentro de su grupo de investigación.
El profesor Harold Ardila, es el actual presidente de la Sociedad Colombiana de Ciencias Químicas y actuará como presidente del comité organizador del próximo Congreso Latinoamericano de Química a realizar en Cartagena de indias (Colombia) en septiembre del 2020

HELENO BISPO DA SILVA JUNIOR

HELENO BISPO DA SILVA JUNIOR

Graduado em Engenharia Química pela Universidade Católica de Pernambuco (2004) com estágio supervionado realizado no Centro de Pesquisa de Karlsruhe (Forschungszentrum Karlsruhe) na Alemanha, Mestre em Engenharia Química pela Universidade Federal da Bahia (2009), Doutor em Engenharia Qúímica pela Universidade Federal de Campina Grande (2014).
Atualmente Professor Adjunto do Curso de Engenharia da Universidade Federal de Campina Grande - UFCG, com experiência em Modelagem, Simulação, Controle e Otimização de Processos Químicos.
Atualmente coordenador do Iridium ? Núcleo de Pesquisa Aplicada a Processos Industriais, com foco de pesquisas direcionadas as tecnologias da Indústria 4.0.

ISAIDE DE ARAUJO RODRIGUES

ISAIDE DE ARAUJO RODRIGUES

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Maranhão (1983), graduação em Química Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão (1989) e mestrado doutorado em Química (Físico-Química) pela Universidade de São Paulo (2000).
Foi Secretária da SBQ, regional Maranhão por dois mandatos (2008-2010 e 2010-2012).
Membro do comitê de Ética em Pesquisa no período de 2012 a 2013.
Atualmente é professora Titular da Universidade Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Eletroquímica e Bioeletroquímica, atuando principalmente nos seguintes temas: Eletrocatálise de pequenas moléculas orgânicas como CO, metanol e etanol. Células a combustível. Estudo de superfícies catalíticas modificadas, eletrocatalisadores a base de platina e outros metais nobres, além de uso de nanopartículas metálicas.
Realizou dois  pós doutoramentos, o primeiro em 2005 no IQSC-USP, na área de eletroquímica e o segundo em 2015, na Universidade de Coimbra, na área de Bioeletroquímica, sob a supervisão da Profa. Dra. Ana Maria Oliveira Brett, desenvolvendo o projeto intitulado "Mecanismos redox relativos à atividade antioxidante e pró-oxidante de sistemas fenólicos. Atualmente ocupa também o cargo de Chefe do Departamento de Química no biênio 2018-2020.

JAILSON VIEIRA DE MELO

JAILSON VIEIRA DE MELO

Possui graduação em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1991) , mestrado em Química pela Universidade Federal de Pernambuco (1995) e pos-doutorado pela Ecole Centrale de Lyon (2002) . Atualmente é Professor Adjunto I da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Química , com ênfase em Físico-Química. Atuando principalmente nos seguintes temas: Polianilina, Morfologia, Polímeros Condutores, Mecanismos de crescimento de filmes.

JOELDA DANTAS

JOELDA DANTAS

Possui Graduação em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Campina Grande - UFCG (2008), Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais pela UFCG (2012), Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais pela UFCG (2016) e Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Master Educacional Ltda - Faculdades Integradas Anglo-Americano - Unidade Campina Grande/PB (2017).
Atualmente atua como pesquisadora do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e professora externa no Programa de Pós-Graduação em Energias Renováveis (PPGER), do Centro de Energias Alternativas e Renováveis (CEAR) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). 
Tem experiência na área de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Engenharia de Materiais e Metalúrgica (área de concentração em estrutura, processamento e propriedades de materiais). Atuação principal na área de materiais cerâmicos.

JORGE CARDOSO MESSEDER

JORGE CARDOSO MESSEDER

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestrado e doutorado em Ciências pelo Instituto Militar de Engenharia (IME).
A gênese de sua titulação acadêmica ocorreu na área da Química Orgânica, com ênfase em Síntese, onde atuou nos seguintes temas: síntese de fármacos e quimioprofilaxia da Doença de Chagas.
Atualmente é professor Associado I do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro onde desenvolve trabalhos nas áreas de Ensino de Ciências/Química, junto aos cursos de Licenciatura em Química e Mestrado Profissional e Acadêmico em Ensino de Ciências.
A sua produção acadêmica se concentra principalmente em temas sobre Ensino de Química/Ciências, tanto na Educação Básica como no Ensino Superior, tendo enfoques em: CTS, Práticas de Ensino, Produção de Materiais Educativos e Relações entre Ensino, Aprendizagem e Pesquisa.
É Diretor da Associação Brasileira de Química. 

JOSÉ EUZEBIO SIMÕES NETO

JOSÉ EUZEBIO SIMÕES NETO

Licenciado em Química pela Universidade Federal de Pernambuco (2005), Mestre e Doutor em Ensino de Ciências pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2009 e 2016, respectivamente).
Depois de atuar por oito anos na educação básica, foi, por quase quatro anos, professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco, na Unidade Acadêmica de Serra Talhada, a terra de Lampião.
Atualmente é professor adjunto no Departamento de Química, na Universidade Federal Rural de Pernambuco, sendo supervisor da Área de Ensino.
Atua como professor colaborador no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM/UFPE), Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências (PPGEC/UFRPE) e no PROFQUI/UFRPE.
É editor da Revista Debates em Ensino de Química - REDEQUIM.

JULIANA DE SOUZA ALENCAR FALCÃO

JULIANA DE SOUZA ALENCAR FALCÃO

Graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Mestre em Ciências Farmacêuticas pela UFPE, Doutora em Farmácia e especialista em Cosmetologia pela Université Aix-Marseille II na França. Pós-Doc em Nutrição Parenteral pela UFPE, em Estética pelo Nepuga e em Ensino Superior pelo Senac.
Fundadora e ex-coordenadora da Farmácia Escola Manoel Casado de Almeida/UFCG e Fórum Nacional de Farmácias Universitárias.
Atua como professora na Universidade Federal de Campina Grande-Campus Cuité, lecionando na graduação as disciplinas de Farmacotécnica, Cosmetologia e Saúde Estética e na Pós-Graduação de Biotecnologia da UFCG a disciplina de Gestão e empreendedorismo.
Atualmente estrutura o Laboratório de Estética da UFCG e atua na pesquisa na área de desenvolvimento de produtos e serviços farmacêuticos.

KRISTERSON REINALDO DE LUNA FREIRE

KRISTERSON REINALDO DE LUNA FREIRE

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal da Paraíba (2004), mestrado em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos pela Universidade Federal da Paraíba (2007), doutorado em Síntese Orgânica na Universidade Estadual de Campinas (2011) e pós-doutoramento no Laboratório de Físico-Química Orgânica na UNICAMP (2012).
Atualmente é Professor Adjunto III do Centro de Biotecnologia da Universidades Federal da Paraíba.
Tem experiência na área de Química Orgânica, com ênfase em Biotecnologia cervejeira, Síntese Orgânica, Química de Produtos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: produção de cerveja utilizando extratos de frutas regionais, isolamento de leveduras de fontes naturais com potencial cervejeiro, reaproveitamento de resíduos da produção de cerveja, síntese de fármacos e produtos naturais.
Possui cursos de tecnologia cervejeira, levedura e controle de qualidade no SENAI-RIO e ESCM-Blumenau.

LADJANE PEREIRA DA SILVA RUFINO DE FREITAS

LADJANE PEREIRA DA SILVA RUFINO DE FREITAS

É doutora e Mestre em Ensino das Ciências pela Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE. Licenciada em Química pela mesma Universidade. Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Pentecostal do Nordeste.
É Professora Adjunto da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) no Centro de Educação e Saúde.
Possui experiência em Pesquisa Científica em Química e Ensino de Química. Atua nas seguintes áreas: Pesquisa em Química, Ensino de Química e Educação. Possui 18 artigos publicados, 05 na área de síntese orgânica e 13 na área de Ensino de Química. Também possui 56 trabalhos comunicados em anais de eventos científicos na área da Química.          Atualmente desenvolve pesquisa sobre metodologias ativas de aprendizagem, sobre modelos e analogias e sobre as tecnologias da informação e comunicação aplicadas ao ensino de Química.

LUCIA RAQUEL DE LIMA

LUCIA RAQUEL DE LIMA

Graduada pela UFPB e Pós-Graduada pelo IPOG na área de Gestão de qualidade e Engenharia de Produção.
Experiência em vários segmentos tais como: meio ambiente, cerâmica, cimento e plásticos na área de controle de qualidade e no gerenciamento de todo processo produtivo, com emissão de relatórios com indicadores do processo.
Elaboração de planilhas de planejamento e controle da produção. Responsável por toda a parte documental de controle tais como: licenças em órgãos regulatórios.
Atualmente é presidente do Conselho Regional de Química da XIX Região.


MARCIANO HENRIQUE DE LUCENA NETO

MARCIANO HENRIQUE DE LUCENA NETO

Graduação em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1996).
Mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1999).
Doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005).
Atualmente é professor contratado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) ministrando disciplinas do curso de Química e Professor da Rede Pública estadual do Rio grande do Norte, trabalhando com o ensino de química no nível médio

MARIA DAS GRAÇAS CLEOPHAS

MARIA DAS GRAÇAS CLEOPHAS

Licenciada em Química e mestre em Físico-química pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Doutora em Ensino das Ciências, com ênfase no ensino de Química, pela UFRPE. Atualmente é Professora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), Coordenadora do Curso de Química - Licenciatura e faz parte do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática (PPGECM) da Universidade Federal do Paraná (UFPR).
Possui experiência com o ensino de Química, atuando em diversas linhas.
É editora da Revista Educação Química en Punto de Vista (EQPV) e Revista Eletrônica Ludus Scientiae (RELuS).
Atualmente, é presidenta da ABQ – Paraná.

MARIA DE FATIMA VITORIA DE MOURA

MARIA DE FATIMA VITORIA DE MOURA

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986), mestrado em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1994) e doutorado em Química (Química Analítica) [Sp-Capital] pela Universidade de São Paulo (1998).
Atualmente é Professora Adjunto III da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Tem experiência na área de Química Analítica, com ênfase em Análise Térmica, Espectroscopia IV, Espectroscopia de Absorção Atômica, Espectroscopia de Absorção Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: análise de alimentos, análise de medicamentos.

 

MARIA ISABEL RODRIGUES

MARIA ISABEL RODRIGUES

Engenheira de Alimentos, mestre e doutora pela Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da UNICAMP, realizando parte de seu mestrado em Toulouse na França e parte do seu doutorado em Reading na Inglaterra. Docente da FEA desde 1989 vem se dedicando ao estudo, ensino e aplicação da ferramenta estatística Planejamento de Experimentos e Otimização de Processos, também conhecida como DOE (Design of Experiments). 
Em 2005 publicou o livro “Planejamento de Experimentos e Otimização de Processos”, juntamente com o Prof. Dr. Antonio Francisco Iemma.
Em 2009 aposentou-se para constituir a empresa PROTIMIZA e se dedicar exclusivamente ao treinamento in company e consultoria na utilização desta ferramenta em desenvolvimento de produtos e processos e produção em diversas empresas.
Em 2014 lançou o software Experimental Design para tratamento dos dados de DOE.

MARTA CÉLIA DANTAS SILVA

MARTA CÉLIA DANTAS SILVA

Possui graduação em Química, mestrado e doutorado em Química (Físico-Química) pela Universidade Federal da Paraíba.
Atualmente é professor associado da Universidade Federal da Paraíba no Centro de Energias Alternativas e Renováveis.
Desenvolve projetos de pesquisa na área de Energias Renováveis, com ênfase em Materiais Aplicados às Energias Renováveis: conversão da biomassa em biocombustíveis líquidos.

 

PABLO DE ALCANTARA NUNES

PABLO DE ALCANTARA NUNES

Possui graduação em Química Industrial pela UFPI (2011), mestrado em Química Inorgânica UFPI (2014) com ênfase em liberação controlada de fármacos.
Tem experiência na área de Química, com ênfase em na produção de substratos orgânicos e nanofármacos, síntese de blendas poliméricas e purificação de gomas naturais.
Atualmente é Professor Assistente da área de Toxicologia e Análises Criminais do grupo Facimp/Wyden.
Atualmente é Perito Criminal do Instituto de Criminalística (ICRIM) de Imperatriz – Maranhão. Trabalha com perícias em locais de Crimes de Morte Violenta e Acidentes de Trânsito com vítimas de lesão corporal além de Documentoscopia e Balística Forense.
Atualmente ministra cursos e palestras auxiliando profissionais da segurança pública e a comunidade acadêmica

PATRÍCIA TERESA SOUZA DA LUZ

PATRÍCIA TERESA SOUZA DA LUZ

Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Pará (1996) e mestrado em Físico-Química pela Universidade Federal do Pará (2002) e doutorado em Química - Universidade Federal do Pará UFPA (2015).
Atualmente é professora de Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - IFPA.
Tem experiência na área de Química, com ênfase em Cinética Química e Catálise, atuando principalmente na síntese e caracterização de catalisadores heterogêneos.

POLLYANA SOUZA CASTRO

POLLYANA SOUZA CASTRO

Graduada em Química (Bacharelado e Licenciatura plena) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2009). Obteve o grau de mestre em Química Analítica (2011) na área de sensores eletroquímicos miniaturizados e doutorado em Ciências - Química (2015) na área de microscopia eletroquímica de varredura-SECM pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP) junto ao Laboratório de Métodos Eletroanalíticos e Sensores Eletroquímicos (LSEME) coordenado pelo Prof. Mauro Bertotti.
Realizou doutorado sanduiche na Warwick University (2013-2014) financiado pelo programa Ciências sem Fronteiras sob supervisão do Prof. Patrick Unwin.
Atualmente é professora adjunta I dedicação exclusiva da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN.
Sua pesquisa está direcionada à área de Química Analítica, com ênfase na fabricação de sensores eletroquímicos miniaturizados bem como sua aplicação no monitoramento ambiental utilizando técnicas eletroquímicas.

RAPHAEL SALLES FERREIRA SILVA

RAPHAEL SALLES FERREIRA SILVA

Farmacêutico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002) e Mestre e Doutor em Química de Produtos Naturais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) atuando principalmente nos seguintes temas: Química de Produtos Naturais, Síntese orgânica, Química de Heterociclos e técnicas cromatográficas.
Atualmente é professor de Química Orgânica do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.
Membro efetivo da Associação Brasileira de Química (ABQ).

RICARDO OLÍMPIO DE MOURA

RICARDO OLÍMPIO DE MOURA

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal de Pernambuco (2003), mestrado em Biotecnologia de Produtos Bioativos pela Universidade Federal de Pernambuco (2005) e doutorado em Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco / Université Louis Pasteur - Université de Strasbourg (2009).
Atualmente é professor adjunto C do Departamento de Farmácia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e Coordenador da Farmácia Escola, responsável pelo setor de criação e desenvolvimento. Docente permanente do programa de pós-graduação em Ciências Farmacêuticas e do programa de pós-graduação em Química da UEPB.
Tem experiência na área de Farmácia, com ênfase em Química Medicinal, atuando principalmente nos seguintes temas: Desenho de fármacos, síntese orgânica, antitumorais, antiparasitários, antiinflamatórios, N-acilidrazônicos, acridina e citotoxicidade.

ROBERIO FERNANDES ALVES DE OLIVEIRA

ROBERIO FERNANDES ALVES DE OLIVEIRA

Graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Licenciatura em Química Aplicada pela Universidade Federal de Alagoas, Especialista em Análise Instrumental pelo CEFET Minas Gerais, specialista em Gestão de Resíduos Urbanos, Especiais e Industriais; Contaminação de Solos e Águas Subterrâneas; Contaminação de Águas e Processos de Depuração.
Atividades Profissionais: Presidente da ABQ; Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RJ; Professor convidado em cursos de MBA na área de Planejamento e Gestão Ambiental e de Gestão da Qualidade.
Foi Vice-Presidente da ABQ Regional RJ e Coordenador de Cursos da ABQ. 

ROY EDWARD BRUNS

ROY EDWARD BRUNS

Nasceu em Breese, Illinois, obteve seu doutorado na Oklahoma State University em 1968, fez um pós-doutorado na Universidade da Flórida e veio para o Brasil como um jovem doutor, na época da criação dos Institutos básicos da Unicamp.
Tem tido uma grande influência no desenvolvimento científico e tecnológico brasileiro, sendo hoje membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo e detentor da Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.
Foi um dos pioneiros no desenvolvimento da Química Quântica Computacional no Brasil, criando uma escola formada hoje por 19 doutores e 18 mestres, com contribuições destacadas ao vertiginoso desenvolvimento desta área.
Dedicou-se especialmente ao cálculo de intensidades de espectros vibracionais no qual conseguiu afirmar-se como uma liderança científica internacional.
No final dos anos 70 passou também a dedicar-se à Quimiometria, exercendo um papel pioneiro na introdução de novos paradigmas na pesquisa química, com uma grande influência sobre o desenvolvimento de praticamente todas as áreas da Química e também sobre muitas áreas correlatas, através da criação e difusão de poderosíssimas ferramentas de pesquisa básica e desenvolvimento de produtos e processos.
Manteve uma constante produção científica veiculada em mais de 190 publicações nas revistas líderes da sua área.

SAYONARA ANDRADE ELIZIÁRIO

SAYONARA ANDRADE ELIZIÁRIO

Atualmente é professora na Universidade Federal da Paraíba.
Trabahou como Pós-doc na Universidade Federal de São Carlos, no Departamento de Engenharia de Materiais, no desenvolvimento de materiais cerâmicos multiferróicos sinterizados em Microondas. Trabalhou como pesquisadora na Durham University (UK), no estudo estrutural de novos materiais fotocatalíticos. Foi pesquisadora da Université Paris-Sud 11- França, estudando compostos polioxometalatos usados na fotodegradação de corantes azo.
Desenvolveu seu doutorado na área de cerâmicas eletrônicas, materiais fotoluminescentes e materiais nano-estruturados sintetizados pelo método de microondas hidrotermal, na pós graduação em Química da Universidade Estadual Paulista "JÚLIO DE MESQUITA FILHO", Campus de Araraquara.
Tem experiência na área de Síntese Química Inorgânica, Físico-Química de materiais, pigmentos inorgânicos, microscopia e eletrocerâmicas.

SÉRGIO MAIA MELO

SÉRGIO MAIA MELO Químico Industrial e Engenheiro Químico pela UFC. Mestre e Doutor em Química pela Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de química, com ênfase em química inorgânica, ensino de pós-graduação e pesquisas com compostos de coordenação. Membro efetivo da Academia Cearense de Química. Diretor das Olimpíadas da ABQ. Coordena o Programa Nacional Olimpíadas de Química e projetos de extensão na Universidade Federal do Ceará.

SHARLINE FLORENTINO DE MELO SANTOS

SHARLINE FLORENTINO DE MELO SANTOS

Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal da Paraíba (Campina Grande, 1998) mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal da Paraíba (Campina Grande, 2001) e doutorado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2007).
Foi vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação de Engenharia Química UFPB (2015-2017).
Atualmente é professora do Departamento de Engenharia Química (UFPB) e docente permanente do Programa de Pós-graduação em Engenharia Química (UFPB).
Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Processos Biotecnológicos, atuando principalmente nos seguintes temas: produção de enzimas, cerveja, biossurfactantes e etanol.

SILVANA CARVALHO DE SOUZA CALADO

SILVANA CARVALHO DE SOUZA CALADO

Doutora em Oceanografia pela UFPE (2004), Mestre em Ciências dos Alimentos pela UFPE (1996), Especialista em Saneamento Ambiental pela UFPE (1988), Química Industrial pela UNICAP (1982). Atuação profissional: Na UFPE: Chefe do Laboratório de Controle de Qualidade Departamento de Engenharia Química (desde 1989 até a presente data); Vice-chefe do Departamento de Engenharia Química (1989-1990); Chefe do Departamento de Engenharia Química (1991-1992); Membro de Colegiado do curso de Química Industrial (1992-1996); Coordenadora de Programa Institucional de Qualidade das Águas (1999 até a presente data); No CEFET-PE: Conselheira (2000-2002). No Conselho Regional de Química - Pernambuco: Conselheira (1998-2000); No Conselho Federal de Química: suplente de Conselheiro (2000-2008). Na ABQ-PE: Vice-Presidente (1997-1998); Presidente (1998-2001). Na ABQ Nacional: Vice-Presidente (2001-2003); Presidente (2003-2005); Conselheira Geral (2005-2007); atualmente é Diretora de Relacionamento Institucional.

THIAGO PEREIRA DA SILVA

THIAGO PEREIRA DA SILVA

Possui graduação em LICENCIATURA EM QUIMICA pela Universidade Estadual da Paraíba (2008), Pós Graduação em EDUCAÇÃO AMBIENTAL pela FIP (2011), Pós Graduação em METODOLOGIA DO ENSINO DE QUÍMICA E BIOLOGIA pela UNINTER (2014). Mestre em ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA pela UFRN (2015), com pesquisa na área de Ensino de Química.
Atualmente é professor efetivo Assistente A, da Universidade Federal Vale do São Francisco-UNIVASF-Campus Serra da Capivara em São Raimundo Nonato, PI, do curso de Licenciatura em Química, atuando na Área de Ensino de Química.
Trabalha com as seguintes linhas de pesquisa: Construção e validação de Unidades de Ensino Potencialmente Significativas (UEPS) para o Ensino de Química; Teoria da Aprendizagem Significativa de Ausubel; Teoria da Aprendizagem Significativa Crítica de Moreira; Formação de Professores de Química; Tecnologias da Informação e comunicação no Ensino de Química e Educação Ambiental no Ensino de Química com ênfase na perspectiva CTSA.

TIAGO ELIAS ALLIEVI FRIZON

TIAGO ELIAS ALLIEVI FRIZON

Graduado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Possui Mestrado (2008) e Doutorado (2012) na área de Química Orgânica pela mesma instituição, sob orientação do Prof. Antonio Luiz Braga.
Principais áreas de interesse na pesquisa: Síntese e caracterização de novos materiais funcionais para aplicação em OLEDs, Cristiais Líquidos, Sensores e células fotovoltaicas orgânicas (OPVs); Síntese de organocalcogenetos com potencial atividade biológica. Entre 2012-2013 foi bolsista PNPD-CAPES sob supervisão do Prof. Antonio Luiz Braga.
No ano de 2015 realizou estágio no Royal College of Surgeons in Ireland (RCSI) sob supervisão do Dr. James Wiliam Barlow.
Durante os anos de 2013-2017 atuou como professor e pesquisador na Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), exercendo a função de coordenador de Pesquisa e Pós-Graduação na UNACET.
Desde 2017 é Professor Adjunto A na UFSC - Campus Araranguá, onde atua como Coordenador de Pesquisa e faz parte do Programa de Pós-Graduação em Energia e Sustentabilidade.

WALDMIR ARAUJO NETO

WALDMIR ARAUJO NETO

Engenheiro Químico (UERJ), possui Licenciatura Plena em Química (UERJ), mestrado (UFF) e doutorado (USP) em Educação.
Atualmente é professor do Instituto de Química da UFRJ e colaborador permanente no Departamento de Química da UFJF, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Química da UFRJ (PEQui-UFRJ), e Vice-Coordenador do Núcleo de Educação à Distância da UFRJ (NEaD-UFRJ).
É líder do Laboratório de Estudos em Semiótica e Educação Química da UFRJ (Leseq-UFRJ) e do Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores da UFRJ (LIFE-CAPES-UFRJ). É sócio fundador e diretor adjunto do "CInÊNCIA", uma associação cultural sem fins lucrativos que tem como fim institucional apoiar e realizar iniciativas voltadas para o desenvolvimento social, com ênfase na produção e divulgação audiovisual como exercício ativo da cidadania democrática.
É membro da Associação Nórdica de Estudos Semióticos (NASS) e da Associação Internacional de Estudos Semióticos (IASS).

Patrocinadores

Capes Capes CFQ CRQ-PB FAPESQPB LF Editorial

Apoio

UFPB UFPB

Realização

ABQ