AIRTON MARQUES DA SILVA

AIRTON MARQUES DA SILVA

Doutor em Química Inorgânica pela USP (1978), Especialista em Métodos e Técnicas de Ensino pela UFC (1974), Especialista em Química dos Elementos Menos Comuns pela UFC (1974), Engenheiro Químico pela UFC (1970) e Químico Industrial pela UFC (1969). 
Exerceu o Magistério na Universidade Federal do Ceará - UFC (1972 a 1997), aposentando-se como Professor Adjunto IV. Lá desenvolveu pesquisa nas áreas de Química dos Compostos de Coordenação e de Educação em Química, foi Chefe do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica e Coordenações de Cursos de Pós-Graduação e Projetos de Pesquisa.
Na Universidade de Fortaleza – UNIFOR, exerceu o Magistério de 1973 a 1974. 
Atualmente é Professor Adjunto 12 da Universidade Estadual do Ceará – UECE, desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão desde 1986, e exercendo no período de 1992 a 2000 o cargo de Diretor do Departamento de Ensino da Pós-Graduação da UECE.
Atua nas seguintes instituições: CRQ-X: Diretor Secretário (1983/1995) e Conselheiro (1983/presnte); ABQ: Diretor de Intercâmbio Nacional (1995/1997), Vice-Presidente (1997/1999), Presidente (1999/2001 e 2001/2003), Diretor de Eventos (2003/presente); ABQ-CE: Presidente (1987/1991, 1993/1995 e 1997/1999), Diretor-Secretário (1983/1987), Diretor de Intercâmbio Científico (1991/1993), Diretor Tesoureiro (1995/1997).

ALICE RIBEIRO CASIMIRO LOPES

ALICE RIBEIRO CASIMIRO LOPES

Concluiu o doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1996.
Atualmente é Professora Associada da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), e Procientista nesta mesma instituição. É Cientista do Nosso Estado Faperj desde 2009 e bolsista de produtividade do CNPq desde de 1998, hoje com nível 1 B.
Atuou como Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Educação (Proped) de janeiro de 2008 até julho de 2012.
Publicou 4 livros completos, vários artigos em periódicos especializados, dentre eles Cadernos de Pesquisa, Educação e Sociedade, Educação e Realidade, Journal of Curriculum and Pedagogy, Journal of the American Association for the Advancement of Curriculum Studies e Revista Brasileira de Educação, além de ter várias publicações em capítulos de livros.
É editora do periódico Transnational Curriculum Inquiry, revista da International Association for the Advancement of Curriculum Studies (IAACS), e membro do conselho editorial de: Journal of Education Policy, Revista Brasileira de Educação, Educação e Realidade, Educação e Sociedade, dentre outras.
Foi membro da Comissão de Avaliação de Programas na Capes no triênio 2002-2004.
Foi membro suplente do CA Educação do CNPq de dezembro de 2012 a junho de 2013 e membro titular nessa comissão de agosto de 2014 a junho de 2016.
É Diretora do Departamento de Fomento ao Ensino para Graduados (DEPG) na Sub-Reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da Uerj desde janeiro de 2016 e Representante das Universidades Estaduais - Uerj no Conselho Superior da FAPERJ.

BRUNO ANDRADE PINTO MONTEIRO

BRUNO ANDRADE PINTO MONTEIRO

Doutor em Educação em Ciências e Saúde (UFRJ). Mestre em Tecnologia Educacional nas Ciências da Saúde (UFRJ). Licenciado em Química e em Física. Técnico em Química.
Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/Macaé).
Atuação nos grupos de pesquisa: Laboratório de Linguagens e Mediações (NUTES/UFRJ), Grupo de Estudos em Direitos Humanos e Educação em Ciências (UFT/ CEFET-RJ). Linguagens no Ensino de Química (UFRJ/Macaé).
Pesquisas no campo da Educação e Divulgação em Ciências, com ênfase nas temáticas de formação de professores, direitos humanos, interculturalidade, formação política, educação ambiental, espaços escolares, não escolares e virtuais de educação.

CARLOS DA SILVA LOPES

CARLOS DA SILVA LOPES

Possui graduação com atribuições tecnológicas em Química pela Universidade Federal do Rio Janeiro (1989), mestrado em Ciências pelo Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), Licenciatura em Química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2000) e doutorado em Ciências pelo Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998).
Professor e Coordenador Pedagógico de Química do Campus Tijuca II - Colégio Pedro II.
Supervisor de Química do Programa de Residência a Docência do Colégio Pedro II.
Membro da Comissão Organizadora e Científica da Olimpíada de Química do Rio de Janeiro e do Colégio Pedro II.

DANIEL PAIS PIRES VIEIRA

DANIEL PAIS PIRES VIEIRA

Atualmente ocupa o cargo de Diretor de Ensino do campus Rio de Janeiro/IFRJ (desde JUNHO/2014).
Professor efetivo de Química Orgânica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) - Campus Rio de Janeiro (antiga CEFET-Química de Nilópolis), atua nas disciplinas de Química Orgânica, Análise Orgânica, Métodos Físicos e Síntese Orgânica, nos níveis médio-técnico e graduação.
Possui Doutorado em Ciências (Síntese Orgânica) pelo programa de Química de Produtos Naturais, NPPN/UFRJ (2013); Mestrado em Ciências (Síntese Orgânica) pelo programa de Química de Produtos Naturais, NPPN/UFRJ (2007); Habilitação em Bioquímica/Indústria de Alimentos (2005) e graduação em Farmácia (2003) pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Tem experiência na área de Química Orgânica (Síntese), com ênfase em Química de Produtos Naturais, atuando principalmente nos seguintes assuntos: síntese estereosseletiva ("chiral pool"), substâncias nitradas (nitroalcanos e nitroalcenos) e alfa-aminoácidos. Apresenta também interesse em fitoquímica, cromatografia, separação e identificação de compostos orgânicos presentes em produtos naturais.

DENISE LEAL CASTRO

DENISE LEAL CASTRO

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Habilitação em Química pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1989), mestrado em Química pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1996) e doutorado em Química pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2000).
Atua como professora nos cursos de Licenciatura em Química e Mestrado em ensino de ciências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Campus Nilópolis. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química dos Produtos Naturais e Ensino de Química.

ELUZIR PEDRAZZI CHACON

ELUZIR PEDRAZZI CHACON

Possui graduação em Licenciatura em Química (1985), em Bacharelado em Química (1985) e em Química Industrial (1987) pela Universidade Federal Fluminense, mestrado em Geociências (1990) e doutorado em Química Orgânica pela Universidade Federal Fluminense (2007).
Atualmente é professora Associada IV da Universidade Federal Fluminense, exercendo suas atividades didático-pedagógicas no Departamento de Química Inorgânica, na Pós-graduação em Ensino de Ciências da Natureza (Mestrado Profissional) e no Centro de Divulgação de Ciências da UFF - Casa da Descoberta.
Tem experiência na área de Educação, realizando projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão nas áreas de Ensino de Ciências, Formação Continuada de Professores de Ciências, Divulgação Científica, Produção de Recursos Multimídia e também, na área de Química Computacional, com ênfase no estudo de cluters metálicos com métodos DFT.

FABIO MERÇON

FABIO MERÇON

Possui graduação em Engenharia Química (1991) e Licenciatura Em Química (1994) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e mestrado (1994) e doutorado (1998) em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Atualmente é professor associado do Departamento de Tecnologia de Processos Bioquímicos do Instituto e Química da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
Tem experiência nas áreas de Ensino de Química, Química Ambiental e Processos com Membranas.

 

FLAVIA MARIA TEIXEIRA DOS SANTOS

FLAVIA MARIA TEIXEIRA DOS SANTOS

Professora Associada da Faculdade de Educação, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Licenciada em Química pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Formiga (1990), Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001). Fez pós-doutorado no Instituto de Educação da Universidade de Londres, de 2011 a 2012.
Foi professora da Educação Básica por 13 anos e, desde 2001, atua na educação superior, com experiência na docência e na pesquisa.
Foi coordenadora da Coordenadoria das Licenciaturas da UFRGS no período de 2009 a 2011.
Coordenou o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID) e o Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI-CAPES-UC) na UFRGS.
É co-editora da Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI).
Seus interesses de pesquisa concentram-se na formação de professores, dinâmica das interações, interações discursivas em sala de aula e ensino-aprendizagem de Química.

FLAVIA MONTEIRO DE BARROS ARAUJO

FLAVIA MONTEIRO DE BARROS ARAUJO

Possui Bacharelado (1982) e Licenciatura em Ciências Sociais (1985) pela Universidade Federal Fluminense; Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1998), Doutorado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2006).
Realizou o Pós-doutorado em 2009, desenvolvendo pesquisa na área de políticas e reformas curriculares.
É Professora adjunta da Faculdade de Educação (UFF). Integra o corpo de docentes dos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da Faculdade de Educação (UFF) e de Pós-Graduação Stricto Sensu de Ensino de Ciências do IFRJ.
É vice-coordenadora do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Pedagogia Social.
Na atualidade, exerce o cargo de Secretária de Educação do município de Niterói.
Desenvolve projetos de pesquisa sobre políticas educacionais e formação de professores.
Coordena o Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas de Educação (GRUPPE), vinculado à Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense e o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gestão em Gestão e Políticas Públicas em Educação (NUGEPPE).
Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Políticas Educacionais, Currículo e Formação de Professores. É autora de diversas publicações na área.

FLORINDA DO NASCIMENTO CERSOSIMO

FLORINDA DO NASCIMENTO CERSOSIMO

Mestre em Ciências - Química Orgânica - pelo Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro;
Graduada e Licenciada em Química pelo Instituto de Química da UFRJ;
Formação nas áreas de: gestão da qualidade, gestão ambiental, gestão de laboratório e ainda nas de liderança e empreendedorismo;
Professora de Química Orgânica desde 1995 da antiga Escola Técnica Federal de Química, ex-CEFET Química e atual Instituto Federal de Educação do Rio de Janeiro (IFRJ);
Instrutora de Saúde, Meio Ambiente e Segurança (SMS) dos Cursos de Capacitação da Petrobrás.
Membro da Diretoria Regional da Associação Brasileira de Química (ABQ).

FREDERICO ANDERSON PASSOS SCHOENE

FREDERICO ANDERSON PASSOS SCHOENE

Doutorando (na área de Síntese de poli (ácido lático) e Mestre (na área de Sensores Poliméricos) em Ciências, em Ciência e Tecnologia de Polímeros, pelo Instituto de Macromoléculas Eloísa Biasotto Mano, UFRJ/RJ (2010) e Gestor Ambiental pela Escola Politécnica da UFRJ/Instituto Brasil PNUMA (2012).
Participou do projeto piloto de Cooperação entre o Estado da Renânia do Norte-Vestfália e o Estado do Rio de Janeiro na área de formação profissionalizante em Polímeros (2009/2010). Graduado em Licenciatura em Química e Bacharel com Orientação Tecnológica em Química pela Fundação Técnico Educacional Souza Marques (1991).
Professor da Escola Sesc de Ensino Médio desde 2009, com atuação na área de Educação em Química.
Parceria na área de Química Verde com a Escola Brasileira de Química Verde UFRJ e FAETEC, com desenvolvimento de estratégias de divulgação e trabalhos.

GISELI CAPACI RODRIGUES

GISELI CAPACI RODRIGUES

Química e Farmacêutica, Mestre e Doutora em Química com ênfase em Química Orgânica, pelo Instituto Militar de Engenharia - IME. Pós-doutora em Microbiologia pelo Instituto de Microbiologia Paulo de Góes - UFRJ.
Desenvolveu projeto para Indústria Farmacêutica voltado ao planejamento e à síntese de substâncias com potencial ação terapêutica contra doenças de origem infecciosa. Atuou por 9 anos em Indústria Química.
Atualmente é Professora Adjunta Doutora da Universidade do Grande Rio - UNIGRANRIO, onde é Bolsista 1A do Programa Institucional de Bolsas de Produtividade em Pesquisa - PROPESQ - com dedicação exclusiva e desempenha as seguintes funções: Professora da Graduação; Coordenadora Adjunta do curso de Mestrado Profissional em Ensino das Ciências; Orientadora de alunos de Mestrado, Iniciação Científica e trabalho de conclusão de curso com projetos voltados às Investigações de compostos com potencial bioatividade frente a doenças infecciosas/negligenciadas, bem como pesquisas relacionadas ao Ensino de Química e de Ciências.

GUSTAVO AFFONSO DE PAULA

GUSTAVO AFFONSO DE PAULA

Possui graduação em Física pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2002), Mestrado em Radioproteção e Dosimetria pelo Instituto de Radioproteção e Dosimetria (2005) e cursa o Doutorado em Educação na UNESA.
Atualmente é professor de Física e Coordenador de Ciências da Natureza da Escola SESC de Ensino Médio.
Tem experiência na área de Física, com ênfase em Instrumentação Específica de Uso Geral em Física, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, proteção radiológica, análise fractal.

JOAQUIM FERNANDO MENDES DA SILVA

JOAQUIM FERNANDO MENDES DA SILVA

Possui Graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), Graduação em Farmácia Hab. Farmácia Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990), Mestrado em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993) e Doutorado em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997).
Realizou estágio pós-doutoral no University College London sob a supervisão do Prof. C. R. Ganellin (2004-2005).
Atualmente é Professor Associado do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Dedica-se, atualmente, à área de Ensino de Química no IQ/UFRJ, tendo como objeto de pesquisa o enfoque CTS no Ensino de Química e o desenvolvimento de materiais lúdicos para a divulgação científica.
Foi Diretor Adjunto de Graduação e coordenador do curso de Licenciatura em Química do IQ/UFRJ de 2008 a 2016 e atualmente coordena o curso de Especialização em Ensino de Química do IQ/UFRJ, sendo também o coordenador institucional do projeto PIBID-UFRJ. Atua ainda em atividades de extensão na UFRJ, como os projetos “Ações integradas de educação e pesquisa ambiental no Complexo da Maré” “A Química ambiental na construção da cidadania” e “Oficinas de Química: apoio à melhoria do ensino de química na educação básica e à formação inicial e continuada de professores de Química” e coordena o Laboratório Didático de Química (LaDQuim) do IQ/UFRJ. 

JORGE CARDOSO MESSEDER

JORGE CARDOSO MESSEDER

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestrado e doutorado em Ciências pelo Instituto Militar de Engenharia (IME).
A gênese de sua titulação acadêmica ocorreu na área da Química Orgânica, com ênfase em Síntese, onde atuou nos seguintes temas: síntese de fármacos e quimioprofilaxia da Doença de Chagas.
Atualmente é professor Associado I do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro onde desenvolve trabalhos nas áreas de Ensino de Ciências/Química, junto aos cursos de Licenciatura em Química e Mestrado Profissional e Acadêmico em Ensino de Ciências.
A sua produção acadêmica se concentra principalmente em temas sobre Ensino de Química/Ciências, tanto na Educação Básica como no Ensino Superior, tendo enfoques em: CTS, Práticas de Ensino, Produção de Materiais Educativos e Relações entre Ensino, Aprendizagem e Pesquisa.
É Diretor da Associação Brasileira de Química. 

JOSÉ GUILHERME DA SILVA LOPES

JOSÉ GUILHERME DA SILVA LOPES

Possui graduação em Bacharelado em Química pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1999), mestrado em Ciências pela Universidade de São Paulo (2001), graduação em Licenciatura em Química pela Universidade de São Paulo (2005) e doutorado em Química pela Universidade de São Paulo (2007).
É professor associado I da Universidade Federal de Juiz de Fora.
Atuou como coordenador da área de química do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID/CAPES entre abril de 2010 e agosto de 2012.
Foi Coordenador de Licenciaturas da Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD no período de junho de 2011 a julho de 2014.
Atualmente é Coordenador de área de gestão de processos educacionais - PIBID/CAPES, coordenador institucional do Programa de apoio a laboratórios interdisciplinares de formação de educadores - LIFE/CAPES e coordenador adjunto do Programa de Consolidação das Licenciaturas - Prodocência/Capes na UFJF.
Tem experiência na área de Química, com ênfase em Ensino de Química, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação continuada de professores da Educação Básica e Ensino Superior, Formação de professores de Química para atuação na educação básica e estudo do conhecimento de química de professores de ciências do ensino fundamental.

LEONARDO MACIEL MOREIRA

LEONARDO MACIEL MOREIRA

Licenciado em Química (UFJF), mestre em Ensino de Ciências pelo Programa de Pós-graduação Interunidades em Ensino de Ciências (USP), Doutor em Educação pela Faculdade de Educação (USP).
É professor no Campus Macaé da Universidade Federal do Rio de Janeiro onde desenvolve pesquisas no Mestrado Profissional em Ensino de Química, da Pós-Graduação em Ensino de Química, do Instituto de Química, e no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Saúde, do Núcleo de Educação em Ciências e Saúde, ambos da UFRJ.
Seus interesses de pesquisa são as relações entre arte e ciências, e as relações étnico-raciais no ensino de ciências. Coordena o Projeto Ciênica, de teatro e divulgação científica.

LUIS CARLOS DE ABREU GOMES

LUIS CARLOS DE ABREU GOMES

Bacharelado e Licenciatura Plena em Química pela Faculdade de Humanidades Pedro II (FAHUPE) em 1986. Atualização em Química para Professores de Ensino Médio realizada durante 1998 na PUC-Rio. Especialização em Ensino de Química para Professores de Ensino Médio pela PUC-Rio em 2000. Atualmente, cursando Mestrado Profissional em Ensino de Ciências no IFRJ Campus Nilópolis.
Atualmente é Professor de Química das seguintes instituições de ensino: - Colégio Pedro II (CPII - RJ), tendo tomado posse em 01/2007; - Colégio Estadual Paulo Freire (SEEDUC - RJ), tendo tomado posse em 02/2005; - Colégio e Curso Prioridade Hum Ltda. (Rede Particular de Ensino - RJ), desde 04/2001.
É membro das seguintes Comissões Organizadoras de Olimpíadas de Química, desde 2008: - OQRJ = Olimpíada de Química do Rio de Janeiro; - OBQ = Olimpíada Brasileira de Química; - OBQJr = Olimpíada Brasileira de Química Júnior. Diretor das Olimpíadas de Química da ABQ - RJ (Associação Brasileira de Química - Regional Rio de Janeiro), desde 2012. Diretor Regional Sudeste da Associação Brasileira de Química (ABQ), desde 11/2015.

MARCUS EDUARDO MACIEL RIBEIRO

MARCUS EDUARDO MACIEL RIBEIRO

Doutor em Educação em Ciências e Matemática pela PUCRS. Possui graduação em QUÍMICA - BACHARELADO (1991), graduação em LICENCIATURA EM CIÊNCIAS (1986) e graduação em QUÍMICA - LICENCIATURA (1990) e Mestrado em Educação em Ciências e Matemática, todas pela PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.
Atualmente é professor de Química do Instituto Federal Sul-rio-grandense - IFSul, câmpus Venâncio Aires.
Coordenou o 35º EDEQ - Encontro de Debates sobre o Ensino de Química.
Tem experiência na área de ENSINO de Química desde 1987, no Ensino Médio.
Pesquisa nas linhas do Ensino pela Pesquisa, PIBID e Formação de Professores por meio de Comunidades de Prática. 

 

MARCUS VINICIUS PEREIRA

MARCUS VINICIUS PEREIRA

Licenciado em Física, mestre em Ensino de Ciências e Matemática, doutor em Educação em Ciências e Saúde.
Coordena o Laboratório de Pesquisa em Tecnologia, Educação e Cultura (LABTEC) do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), onde atua como professor e pesquisador desde 2006.
De 1999 a 2007 foi docente da Secretaria do Estado de Educação do Rio de Janeiro.
Seus interesses de pesquisa têm se concentrado em investigar a produção e a recepção audiovisual no ensino de ciências, o papel de atividades prático-experimentais mediadas ou não por tecnologias e os mestrados profissionais da área de ensino.

MARIA BERNADETE PINTO DOS SANTOS

MARIA BERNADETE PINTO DOS SANTOS

Possui graduação em Bacharelado em Química pela Universidade Federal da Bahia (1976), mestrado em Geociências (Geoquímica) pela Universidade Federal Fluminense (1981) e doutorado em Geociências (Geoquímica) pela Universidade Federal Fluminense (1997). Em 1999, realizou Pós-Doutorado na Universidade de Oklahoma (EUA).
Atualmente é professor associado 4 do Departamento de Físico-Química da Universidade Federal Fluminense.
Tem experiência em ensino de química, educação ambiental, gases do efeito estufa, adsorção sobre sólidos e metodologias de análises de hidrocarbonetos de petróleo.
Coordenou a Comissão que elaborou a proposta (APCN) para criação do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Natureza.
Foi coordenadora da Proposta, submetida à CAPES, para criação do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Natureza. 
É coordenadora, desde abril 2012, do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência da Natureza.
É pesquisadora no grupo de  pesquisa cadastrado  no CNPq denominado Psicologia Histórico Social e Ensino de Ciências. 
É, atualmente, pesquisadora do projeto P & D, Otimização de metodologias para extração e análises de hidrocarbonetos de petróleo”, financiado pela Agência Nacional de Petróleo-ANP. Participa como pesquisadora de vários projetos de pesquisa em Ensino de Ciências.

MARIA DAS GRAÇAS CLEOPHAS

MARIA DAS GRAÇAS CLEOPHAS

Licenciada em Química e mestre em Físico-química pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Doutora em Ensino das Ciências, com ênfase no ensino de Química, pela UFRPE.
Foi coordenadora do Programa de Iniciação à Docência - PIBID e contribuiu administrativamente atuando como vice coordenadora do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF).
Atualmente é professora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).
Tem experiência no ensino de Química, atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Desenvolvimento de atividades lúdicas para o ensino e aprendizagem das Ciências Naturais; História da Química; Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no ensino de Ciências; Uso de m-learning como estratégia de ensino da Química; Formação de Professores de Ciências, entre outras. É Membro da Rede Latino-Americana de Pesquisa em Educação Química – ReLAPEQ, editora da revista Educação Química en Punto de Vista e da Revista Eletrônica Ludus Scientiae. É idealizadora do site “A Graça da Química”.

MARIA DE FATIMA VITORIA DE MOURA

MARIA DE FATIMA VITORIA DE MOURA

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1986), mestrado em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1994) e doutorado em Química (Química Analítica) [Sp-Capital] pela Universidade de São Paulo (1998).
Atualmente é Professora Adjunto III da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Tem experiência na área de Química Analítica, com ênfase em Análise Térmica, Espectroscopia IV, Espectroscopia de Absorção Atômica, Espectroscopia de Absorção Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: análise de alimentos, análise de medicamentos.

MAURA VENTURA CHINELLI

MAURA VENTURA CHINELLI

Doutora em Ensino em Biociências e Saúde pelo Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ; Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Pedagoga, também pela UERJ; Bacharel e Licenciada em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Atualmente Professora Associada da Universidade Federal Fluminense, leciona disciplinas da Educação para a Licenciatura em Química e para o Mestrado em Ensino de Ciências.
Na Educação Básica, foi professora das redes Estadual e Municipal, no Rio de Janeiro, e também nos cursos de formação profissional técnica em Química e nas Licenciaturas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.
Desde 2009 é Coordenadora Institucional do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência na Universidade Federal Fluminense.

PAULO CHAGAS

PAULO CHAGAS

Professor de Química há mais de 30 anos, Bacharel e Licenciado em Química (UFF), Especialista em Ensino de Ciências, Mestre em Bioinorgânica (PUC), Doutorando em Educação (UNESA) e Bacharel em Direito (UFF).
Está no IFRJ (ex ETFQ-RJ, ex CEFET Química) desde 1993, como professor de Química Geral e Inorgânica, Físico Química e Ensino em Química (Ensino Médio e Técnico, Graduação e Pós Graduação) e já atuou na Gestão como Coordenador de Curso e como Diretor Geral do Campus São Gonçalo.
É pesquisador na área de Representações Sociais, História da Química e Ensino de Química.
Coordenador da OQRJ (Olimpíada de Química do Rio de Janeiro) e membro da Comissão Científica da OBQ (Olimpíada Brasileira de Química).

RAPHAEL SALLES FERREIRA SILVA

RAPHAEL SALLES FERREIRA SILVA

Farmacêutico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002) e Mestre e Doutor em Química de Produtos Naturais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) atuando principalmente nos seguintes temas: Química de Produtos Naturais, Síntese orgânica, Química de Heterociclos e técnicas cromatográficas.
Atualmente é professor de Química Orgânica do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.
Membro efetivo da Associação Brasileira de Química (ABQ).

RICARDO GAUCHE

RICARDO GAUCHE

Bacharel e Licenciado em Química pela UnB, Mestre em Educação (Metodologia de Ensino de Química) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Doutor em Psicologia pela UnB.
Professor adjunto do Departamento de Química da Universidade de Brasília.
Tem experiência na Área de Ensino de Química, com ênfase na formação de professores, atuando principalmente nos seguintes temas: formação inicial, formação continuada e autonomia do professor; autoestima; pesquisa colaborativa; materiais de ensino; currículos e programas; avaliação; e processo ensino-aprendizagem.
É Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC/UnB), Orientador do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências (PPGEduC/UnB) e Coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Avaliação no Ensino de Ciências (NAvEC/UnB), entre outras funções acadêmicas e administrativas.

ROBERIO FERNANDES ALVES DE OLIVEIRA

ROBERIO FERNANDES ALVES DE OLIVEIRA

Graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Licenciatura em Química Aplicada pela Universidade Federal de Alagoas, Especialista em Análise Instrumental pelo CEFET Minas Gerais, specialista em Gestão de Resíduos Urbanos, Especiais e Industriais; Contaminação de Solos e Águas Subterrâneas; Contaminação de Águas e Processos de Depuração.
Atividades Profissionais: Presidente da ABQ; Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RJ; Professor convidado em cursos de MBA na área de Planejamento e Gestão Ambiental e de Gestão da Qualidade.
Foi Vice-Presidente da ABQ Regional RJ e Coordenador de Cursos da ABQ. 

SUYANE DAVID SÁ DE ALVARENGA

SUYANE DAVID SÁ DE ALVARENGA

Química com atribuições tecnológicas pela UFRJ, Mestrado e Doutorado em Química pelo programa de pós-graduação em Química pelo IQ/UFRJ.
Atualmente atua como professora do EBTT do CEFET/RJ Campus Maracanã, onde ministra aula de química para o ensino médio e desenvolve o projeto de Corantes Naturais.

VALÉRIA PEREIRA

VALÉRIA PEREIRA

Licenciatura em Ciências, com Habilitação em Química, pela UFRRJ, Mestrado em Química Orgânica pela UFRRJ e Doutorado em Química de Produtos Naturais pela UFRJ.
Atua como professora do EBTT, no CEFET/RJ Campus Maracanã, onde ministra aulas de Química para o Ensino Médio e desenvolve o projeto de Corantes Naturais entre outros.
Atualmente atua também como Coordenadora de Química.